Revelações

7 janeiro, 2009
Auto-explicativa

Auto-explicativa

O Blog vai, volta, e os autores se revelam.


Televisão antes do café

6 janeiro, 2009

Desisto. Desde quando propagandas merecedoras de “enl4rg3 your p3nn1s” passam na TV, antes das 8 da madrugada? Daquelas que começam com “53% dos homens têm problemas de ejaculação precoce e outros [número acima de 50, acho]% têm problemas de impotência”?

Desisto. Quero ir embora daqui, aluguem o meu pedaço de Brasil.


Minhas (ou nem tão minhas) histórias de vida – Pt. 1

15 junho, 2008

Resolvi postar aqui algumas das histórias engraçadas que eu conheço, depois de descobrir que nem o russo conhece algumas, o que me assustou um tanto… Para dar um panorama geral, são histórias verídicas que aconteceram comigo, com amigos meus ou com amigos desses amigos… E por aí vai. Mas, vá, 90% foram presenciados diretamente por mim, vale a confiança, acreditem.

1 – O pólo norte e o pólo sul

Deve ser uma das mais engraçadas e mais conhecidas, mas não deixa de ser das mais divertidas. Foi na oitava série, em uma aula de Geografia sobre os pólos, problemas ambientais e essas coisas todas. Ou foi numa terça ou numa quinta, não me lembro, encontrem meu calendário da oitava série e descubram, se isso for realmente vital. Mas o causo foi o seguinte:

Estávamos todos assistindo aula (bom, por “todos” entendam “as pessoas que sentavam perto de mim”. E por “pessoas”, excluam quaisquer seres dentro daquela sala), como sempre. A aula do Daniel era boa, já naquela época, meio mundo gostava… Mas eis que uma menina, conhecidíssima por algumas pérolas soltadas previamente, como dizer ao professor de educação física que, com aquele porte e sendo um homem daqueles, seria difícil ele não ter sido cantado por um gay (achei que essa não merecia uma história toda), levantou a mão, para fazer uma pergunta.

O professor perguntou o que ela queria perguntar (que frase feia…), e ela soltou o que talvez seja a melhor pérola que já ouvi nessa minha existência:

Professor, se o pólo sul derreter, não tem problema porque a água vai toda para o espaço, o universo, tal… Mas o que acontece se fizerem derreter o pólo norte?

Não preciso dizer que a sala inteira gargalhou ininterruptamente por, pelo menos, dois minutos (dos de relógio, mesmo, cento e vinte segundos).

A resposta do Daniel? Desenhou um círculo na lousa, quatro bonecos de palito e algumas setas, e disse: “olha, a gravidade existe e aponta sempre para o centro da Terra. Pode ficar tranqüila que a água não vaza e o pólo norte não chove na gente”.

2- O garoto que pega fogo

Mais recente, do ano passado (não vou obedecer ordem cronológica, fiquem calmos, ainda tem muita coisa para ser contada)… Aula de laboratório, sexta-feira. Fazendo testes de condutibilidade em algumas soluções, a última foi uma solução de álcool, água e sal com gasolina por cima. ÓBVIO, a primeira coisa que a gente ouviu foi “faz devagar, toma MUITO cuidado”. A gente, vírgula, quase isso. Uma pessoa não ouviu. Ele colocou muito rápido e, claro, pegou fogo. Meio mundo assustado, o professor diz “Apaga isso!”. O que ele fez? Uma ilustração…

Untitled-3 copy

Isso mesmo. Ele soprou o béquer (não é um balde, cof) com GASOLINA. O fogo foi direto na cara dele, ele perdeu um tanto da sobrancelha e queimou um pouco do cabelo, mas nada demais. Mas é uma das histórias clássicas 😉

Qualquer dia eu volto com mais…


E nos dizemos brasileiros

12 setembro, 2007

O Brasil é um lugar complicado.

Somos chamados de preguiçosos, lentos, atrasados ou macacos no exterior. Não concordo, somos bastante desenvolvidos, menos chatos do que um americano chato e burocrata e mais bem-humorados do que ingleses. Somos um povo alegre mas, não podemos negar, hipócrita.

Honestamente, a votação do caso de Renan foi uma votação do Senado sobre o que seguir: o povo, que os elege e, em tese, é a razão pela qual eles estão ali; o Senado e a si próprios, o que é absolutamente imoral e ilegal.

Pois bem, adivinhem, eles preferiram votar em si mesmos. Não todos, mas muitos. E o que brasileiros fazem? “Filhos da puta” ou “caramba, essa novela das oito não começa, mesmo”. Só.

Caramba, o que é isso?

A começar pelo sistema de votação, o Senado está todo errado. Temos ali pessoas completamente incapacitadas, pessoas eleitas por n razões que não a capacidade política. São imorais, incompetentes e preguiçosos, a mostra viva da imagem brasileira no exterior. Deprimentes. Mas estão ali. Segundo, em toda a Assembléia, o voto é secreto. Oras, porque nós, o povo, não podemos saber em que nossos candidatos votaram? Para elegermo-nos novamente? Caramba, que cara-de-pau é essa?

 

Não, Brasil, você não vai para a frente. Perdão.


De pessoas sem mais o que fazer para pessoas sem mais o que escrever (ou o contrário)

20 agosto, 2007

Eu juro, nem sabia que essa porcaria entrava em vigor ano que vem: foi TÃO enrolado que eu achei que tivesse sido esquecido, mas não, veio pra encher MAIS o saco de vestibulandos. Sim, aquelas regras chatas de português ainda existem.

Eu honestamente acho um PORRE: já sabemos escrever assim, mudar vai ser SÓ pra encher o saco ou piorar na hora de pronunciar: ler assembleia (forma correta de assembléia a partir de 2008) vai ser um SACO. Inútil, infeliz, insignificante. Só vai deixar as coisas mais insuportáveis.

Eu preciso procurar as razões para fazerem isso (provavelmente, no eczistem), mas não é possível ser tão idiota quanto parece (é?).

Como eu não sou de fazer texto vagabundo *tosse*, vão aqui as mudanças:

HÍFEN
Não se usará mais:
1. quando o segundo elemento começa com s ou r, devendo estas consoantes ser duplicadas, como em “antirreligioso”, “antissemita”, “contrarregra”, “infrassom”. Exceção: será mantido o hífen quando os prefixos terminam com r – ou seja, “hiper-“, “inter-” e “super-“- como em “hiper-requintado”, “inter-resistente” e “super-revista”.
2. quando o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa com uma vogal diferente. Exemplos: “extraescolar”, “aeroespacial”, “autoestrada”.
TREMA
Deixará de existir, a não ser em nomes próprios e seus derivados
ACENTO DIFERENCIAL
Não se usará mais para diferenciar:
1. “pára” (flexão do verbo parar) de “para” (preposição)
2. “péla” (flexão do verbo pelar) de “pela” (combinação da preposição com o artigo)
3. “pólo” (substantivo) de “polo” (combinação antiga e popular de “por” e “lo”)
4. “pélo” (flexão do verbo pelar), “pêlo” (substantivo) e “pelo” (combinação da preposição com o artigo)
5. “pêra” (substantivo – fruta), “péra” (substantivo arcaico – pedra) e “pera” (preposição arcaica)
ALFABETO
Passará a ter 26 letras, ao incorporar as letras “k”, “w” e “y”
ACENTO CIRCUNFLEXO
Não se usará mais:
1. nas terceiras pessoas do plural do presente do indicativo ou do subjuntivo dos verbos “crer”, “dar”, “ler”, “ver” e seus derivados. A grafia correta será “creem”, “deem”, “leem” e “veem”.
2. em palavras terminados em hiato “oo”, como “enjôo” ou “vôo” – que se tornam “enjoo” e “voo”.
ACENTO AGUDO
Não se usará mais:
1. nos ditongos abertos “ei” e “oi” de palavras paroxítonas, como “assembléia”, “idéia”, “heróica” e “jibóia”
2. nas palavras paroxítonas, com “i” e “u” tônicos, quando precedidos de ditongo. Exemplos: “feiúra” e “baiúca” passam a ser grafadas “feiura” e “baiuca”
3. nas formas verbais que têm o acento tônico na raiz, com “u” tônico precedido de “g” ou “q” e seguido de “e” ou “i”. Com isso, algumas poucas formas de verbos, como averigúe (averiguar), apazigúe (apaziguar) e argúem (arg(ü/u)ir), passam a ser grafadas averigue, apazigue, arguem.

Aposto que isso foi coisa de político. Aposto.

Fonte: Folha e Poliedro

—————-
Ouvindo: Pink Floyd – 01 – Shine On You Crazy Diamond (Part I-V)
via FoxyTunes

Technorati tags: , ,


Para provar que correntes não funcionam, nem as de oração

18 agosto, 2007

Tem fiel que cisma, não tem jeito. Como tem gente que segue fatwas que proíbem pessoas de fazer o país crescer, tem gente que JURA que uma corrente de orações vai salvar gente CULPADA de uma punição justa. Vejam o exemplo dos fiéis da Renascer: os dois chefes/papas/apóstolos/cristos/deuses/faraós daquilo ali foram pegos levando dinheiro ilegal para os EUA. Lógico, os fiéis disseram que era tudo mentira, eles eram inocentes, afinal eles são a perfeição na Terra.

Novidade, não são. MESMO. Eles fazem coisas erradas, são seres humanos como vocês, fiéis: abram sua Igreja e ganhem dinheiro para poderem ir para os EUA, e serem presos lá. Isso mesmo, serem presos. Se vocês forem culpados, vocês VÃO ser presos (pelo menos por lá, em condições ideais. Se ficarem no Brasil, isso não se aplica), e justamente. Não é porque vocês têm mols de pessoas rezando que a justiça vai deixar de ser feita. Agora, aprendam a não serem TROUXAS. Já se perguntaram de onde veio o dinheiro lavado? Ou ainda acreditam que o dinheiro era perfeitamente legal, e nada ali estava errado?

Technorati tags: ,